terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Maria Rita [5 meses]

5 meses de bebé menina. 154 dias de doçura sem fim.
Este mês ficaste doente, conheceste a máquina de aerossóis, o aspirador nasal, e uma quantidade significativa de medicação. É isto o inverno, o inverno que oficialmente ainda nem começou.

És menina, muito menina. Passas das lágrimas ao sorriso mais bonito do mundo, fazes-me festinhas na cara enquanto adormeces e dizes olá de manhã ao acordar (quero acreditar que é esta a tua primeira palavra).

Sabes aquele gesto que os gatos fazem com as patas quando se estão a preparar para dormir, a empurrar devagarinho uma pata de cada vez? Tu fazes o mesmo com as mãos na minha maminha quando estás a mamar.

Gostas de estar agarrada a minha mão, de preferência às duas. Adoras mãos, as tuas também.

Já agarras objectos e já os atiras ao chão, pois claro. Já te sentas connosco à mesa mas só para nos veres comer e participar do momento, continuas a gostar do teu "leitinho sagrado". Já te sentas e aguentas um minutinho (ou alguns segundos) sem apoio.

Continuas a adorar o teu irmão. Mesmo que ele esteja a fazer uma grande asneira. É sempre para ele o teu melhor sorriso. E já gostas mais de chupeta do que eu de pão-de-ló. Ontem tinhas o nariz entupido e muito sono, choraste mais de meia hora porque não conseguias ter a chupeta na boca.

Voltaste a acordar várias vezes durante a noite e a deixar-me algumas noites com défice de sono. Um dia desta semana, depois de várias horas a tentar fazer-te dormir, acabei por ceder e deitei-te no nosso meio, quando viraste a cara e viste o pai, sorriste, esticaste a mão, e estiveste meia hora a fazer-lhe festinhas e a mexer nos lábios.

Meiga e despachada, gostas de miminho e és muito arrebitada. Tens uma energia contagiante, fico cansada só de te ver dar às mãos e aos pés (ou "ao pedalo",  como diz o teu irmão).

És muito eu, és uma "mini me" e eu estou a adorar ser tua mãe.

Se te disserem que és parecida com o pai, ele incluído, diz que sim com a cabeça e responde, na tua língua: "sou, no cabelo e nas unhas dos pés". 

Sem comentários: